ACEITAÇÃO DE NOVOS ALIMENTOS

//ACEITAÇÃO DE NOVOS ALIMENTOS

ACEITAÇÃO DE NOVOS ALIMENTOS

A seletividade alimentar é um comportamento atípico da fase pré-escolar e caracteriza-se pela recusa alimentar, pouco apetite e desinteresse pelo alimento. Fazer birras, demorar a comer, tentar negociar o alimento que será consumido, se ausentar da mesa durante a refeição e beliscar ao longo do dia são comportamentos corriqueiros quando tal problema está instaurado, no entanto, há crianças que persistem com tais práticas até meados da infância e continuam pelas demais fases.

Pode ser um grande desafio para os pais fazer com que a criança aceite uma alimentação variada e aumente as suas preferências alimentares, principalmente, no que se referem às frutas, verduras e legumes.

No entanto, crianças aprendem com exemplos. E conviver com pessoas que não mantém o hábito de comer frutas, verduras e legumes variados, influencia na não aceitação de novos alimentos.

Está com esse problema em casa? Saiba como resolver.

Algumas técnicas auxiliam no processo de introdução alimentar e funcionam como estratégia para ajudar a criança a aceitar novos alimentos. Confira:

  • Leve seu filho para ajudar escolher os legumes, verduras e frutas; Mostre que existe uma variedade enorme e que cada um tem um papel muito importante para ajudar no crescimento;
  • Tenha um cardápio variado e deixe a criança participar do preparo destes alimentos;
  • Converse sobre os diferentes sabores, como doce, amargo, azedo, salgado;
  • Mostre à criança que quanto mais colorido o pratinho, mais saudável é;
  • Mostre o alimento cru, deixando-o sentir a textura, cheiro para que ele possa identificar depois de preparado.
  • Quando houver recusa de algum alimento, oferecer o mesmo diversas vezes, preparado de forma diferente e respeitando um intervalo entre uma preparação e outra.

Converse com a escola sobre a recusa alimentar da criança. Assim, durante as refeições, os profissionais responsáveis podem trabalhar especificamente com os alimentos recusados, visando gerar mais conhecimento, e trabalhando a valorização e aceitação dos mesmos.

 

By | 2019-03-26T19:17:26+00:00 março 26th, 2019|Uncategorized|0 Comments

About the Author: